Você está aqui
Home > Destaques > Visões de Veneza, Roberto Polillo na Fondazione Stelline di Milano

Visões de Veneza, Roberto Polillo na Fondazione Stelline di Milano

O artista, italiano de Milão, utiliza o movimento da câmera intencional. E as fotos parecem pintura.

visions-of-venice-di-Roberto-Polillo-111

Picture 1 of 19

 

Roberto Polillo traz uma Veneza moderna e de sonhos … que parece vir do passado. O fotógrafo Milanes, famoso por ter sido por vários anos editor da revista Musica Jazz, aproxima-se da arte fotográfica como um viajante oitocentista. Ele quer capturar o “genius loci” (que justifica e confere significado à espiritualidade de uma comunidade) de sua objetiva, e ele consegue muito bem com estas fotos que parecem pinturas impressionistas.

Roberto Polillo utiliza a técnica ICM – Intentional Camera Movement . Empunhando a câmera como se fora um pincel: um tempo de obturador muito longo e movimentos bruscos. Move a máquina de forma diferente, vertical, horizontal, lenta ou repentina. As imagens resultantes de seu trabalho são representações pictóricas da realidade, com canais, becos, arcos ou pontes que desaparecem nos contornos, mas surgem em sua intimidade melancólica. Às vezes, eles desviam da forma fotográfica e são combinados com sugestões que evocam obras de Van Gogh, Renoir ou Matisse.

A Veneza de Roberto Polillo é povoada por fantasmas reais, visões de barcos e gôndolas que desvanecem em cores extremas e macias, um contraste que desorienta, um quebra-cabeça de dicas que lembram sugestões antigas.

No entanto, Polillo utiliza métodos modernos, uma SLR digital da Canon com uma lente zoom com um filtro escuro de densidade média. O retoque do Photoshop é respeitoso e mínimo, o borrão ou o desfoque estão naturalmente presentes no disparo inicial. Magníficas 75 impressões (papel fine art William Turner ou Canvas Artist – Hahnemühle) reproduzidas no fino catálogo publicado pela Skira.

 

Com preparação e curadoria de Alessandro Luigi Perna, Polillo consegue redescobrir a fronteira difusa entre a pintura e a fotografia.

Roberto Polillo Visions Of Venice
até 13 de novembro de 2016. Fundação Stelline – Corso Magenta, 61 20123 Milano

Para mais informações clique aqui

Tradução: Erico Mabellini  / INFINITO FOTOGRAFIA
Fonte: The Way Magazine

Deixe uma resposta

Top