Você está aqui
Home > Livros que você não pode deixar de ler

Uma boa parte dos bons livros sobre fotografia não possuem tradução para o português. Mas você pode encontrar alguns bons títulos já traduzidos e de fotógrafos brasileiros também.

  • A câmara clara
    Neste clássico francês, Roland Barthes es elece uma correlação entre os processos ópticos de reprodução da imagem para nos mostrar que sem a intervenção pessoal, subjetiva, do observador que pode ver nela muito mais do que o registro realista ou a mensagem codificada , a fotografia ficaria limitada ao registro documental.

  • A Fotografia
    A legitimidade cultural e artística da fotografia é recente. Durante muito tempo considerada como simples ferramenta útil, agora, nas galerias e museus, é contemplada enquanto fotografia. E a fotografia é o objeto desse livro: em sua pluralidade e seus vários desdobramentos, do documento à arte contemporânea; em sua historicidade, desde seu aparecimento, na metade do século XIX, até a presente aliança arte-fotografia, que leva André Rouillé a distinguir a arte dos fotógrafos da fotografia dos artistas.

  • “O Instante Continuo – Uma História Particular da Fotografia”, do inglês Geoff Dyer distribuído no Brasil pela Companhia das Letras – Em suas 293 páginas Dyer apresenta um texto que vai totalmente ao oposto do “instante decisivo” do Bresson e mostra que a fotografia como uma continuidade, aonde temas e assuntos se repetem e dialogam entre si na historia da fotografia. Muitas vezes o fotógrafo acaba se sentindo “copiado” quando na verdade está apenas fazendo, de certa forma, parte da continuidade de um trabalho fotográfico iniciado há décadas atrás. Uma frase do livro que resume bem o caminho que Dyer quer nos mostrar é essa: “Uma coisa, porém é certa: da mesma forma que uma cidade as vezes é considerada “irmã” de outra, a milhares de quilômetros. em outro país, também fotografias separadas por muitos anos, tiradas por diferentes fotógrafos e com diferentes intenções em mente, podem tornar-se tão intimamente associadas que o significado de uma ou de ambas muda de maneira irrevogável. Às vezes, na verdade, é uma fotografia que aproxima subitamente duas cidades distantes.”

  • Por trás daquela foto – organizado por Lilia Moritz Schwarcz e Thyago Nogueira
    Em Por trás daquela foto, um time de oito autores brasileiros dedica-se a ler as linhas e entrelinhas de fotografias que eles mesmos escolheram, e a partir delas contam a história do país, fazem relatos pessoais e até enveredam pela ficção. Nina Horta, Humberto Werneck, Arthur Netrovski, Moacyr Scliar, Reginaldo Prandi, Lilia Moritz Schwarcz, Alberto Martins e Pedro Vasquez escrevem sobre fotos de Bob Wolfenson, Paulo Leite, Pierre Verger e outros fotógrafos, mostrando como cada fotografia guarda uma narrativa, com personagens, valores e culturas.

  • Como ler uma fotografia
    Vivemos em um mundo cada vez mais saturado de imagens, o que é uma prova do papel primordial exercido pela fotografia na comunicação humana. No entanto, fotografar o mundo e lê-lo por meio de fotos são atos menos simples do que poderíamos pensar. Afinal, tais atos influenciam a forma como compreendemos a realidade e a nós mesmos. É justamente por isso que devemos entender como e por que uma fotografia funciona e o que ela significa. Resumido, precisamos nos adiantar à teoria da fotografia.
    Autor: Richard Salkeld.

  • Direito Autoral para Fotógrafos
    Uma visão geral sobre o Direito na fotografia
    O objetivo deste livro é fornecer uma visão geral sobre o Direito na fotografia. Qual lente usar para não ser processado por invasão de privacidade? Autor da foto é quem aperta o botão ou quem a concebe? Quais são os direitos de um fotógrafo freelancer? Essas e outras questões são esclarecidas pelo autor de forma clara e objetiva.
    Autor: Marcelo Pretto

  • Um olhar sobre o Brasil, de Boris Kossoy e Lilia Moritz Schwarcz
  • Publicado pela Editora Objetiva, Um olhar sobre o Brasil faz parte da coleção História do Brasil Nação. O volume repassa em 459 imagens os últimos 170 anos da trajetória histórica do Brasil, cobrindo o período de 1833 a 2003, incluindo imagens emblemáticas, selecionadas a partir de um extenso garimpo em arquivos públicos e coleções privadas, que demarcam o aparecimento da fotografia no país e sua crescente importância para a historiografia nacional.

  • “MAGNUM CONTATOS” – Para quem é fotógrafo documental, esse livro é uma bíblia. Além de conter alguns dos melhores fotógrafos documentais da história da famosa agência Magnum, ele revela através das folhas de contato o que foi fotografado, o que foi descartado e o que foi realmente escolhido pelos editores.

  • CARTIER-BRESSON: O OLHAR DO SÉCULO
    Pierre Assouline
    Tradução de Julia da Rosa Simões

‘Cartier-Bresson fotografou a eternidade.’
Jean-Paul Sartre

‘Ele era o Tolstói da fotografia. Com uma humanidade profunda, foi a testemunha do século XX.’
Richard Avedon, Le Monde

  • Albert Camus, equilibrando um cigarro em meio a um sorriso cúmplice; Jean-Paul Sartre, na Pont des Arts, com seu olhar inconfundível; os funerais de Churchill e Gandhi; os retratos de Coco Chanel, William Faulkner e Samuel Beckett; a Guerra Civil Espanhola; a libertação de Paris; a Alemanha em ruínas. Ao lembrar das imagens que marcaram o século XX, evoca-se aquele que foi o responsável pelo olhar de um dos períodos mais turbulentos da história: Henri Cartier-Bresson (1908-2004). HCB, como é conhecido no meio, ensinou o mundo a ver e, juntamente com Robert Capa, contribuiu para alçar a posição do fotógrafo a outro patamar, não como mero ilustrador, mas como autor, que transmite sua visão e assina as próprias imagens. Foi também ao lado de Capa e de outros três fotógrafos visionários que fundou,em 1947, a agência de fotojornalismo mais prestigiosa do mundo, a Magnum. Pela primeira vez na história, os fotógrafos tornavam-se proprietários de seus negativos – uma utopia para a época.
  • O jornalista Pierre Assouline, biógrafo de personalidades como o escritor belga Georges Simenon e do editor francês Gaston Gallimard, traça aqui o perfil do grande artista, construído após cinco anos de constantes conversas, durante os quais fundiu-se no papel de entrevistador e amigo. Ao revelar a parceria entre Cartier-Bresson e sua inseparável Leica, mostra que o olhar do fotógrafo não tinha limites e que as imagens por ele captadas refletem o caráter universal da natureza humana.

  • Estética da fotografia: perda e permanência
    é um livro para se pensar e discutir a fotografia e sua representatividade artística entre as mais variadas áreas do conhecimento. Nele, o autor descreve os contornos da estética da fotografia e, dessa forma, permite ao leitor perguntar-se sobre o status de arte que ela pode ter, enfocando as questões teóricas que não deixam de surgir. Uma reflexão que se apoia sobre a análise de diversas obras fotográficas.
    autor: François Soulages
    tradutor: Iraci D. Poleti | Regina Salgado Campos

  • Creative Landscapes: Digital Photography Tips and Techniques
    A fotografia de paisagens inspira milhões de fotógrafos. Se você é um deles, você vai encontrar uma nova visão sobre a fotografia de paisagem neste livro pelo fotógrafo profissional Harold Davis, bem como dicas, truques e conselhos técnicos para ajudá-lo a melhorar a qualidade de suas fotos.
    Você vai aprender a usar a iluminação e composição criativa, escolher e usar equipamento adequado, olhar para o seu alvo de uma maneira nova, e mesmo quando a quebrar as regras afim de capturar a melhor imagem de todas. Ilustrado com espetaculares fotos de paisagem feitas pelo próprio autor.

  • O FOTOGRÁFICO (Etienne Samain)
  • Vinte e seis qualificados profissionais (pesquisadores brasileiros e europeus) tentam decifrar os múltiplos significados que a fotografia vem incorporando desde a sua criação. Este livro é fonte de inspiração para quem quer descobrir a fotografia não tanto como um objeto (uma imagem), e sim como uma maneira de ver e de pensar o mundo, o tempo, a história, a arte e os homens.

  • PROUST E A FOTOGRAFIA (Brassaï)
    Testemunha histórica do surgimento da fotografia e entusiasta de primeira hora, Proust foi capaz de entendê-la como um fato total. De imediato, a percebeu como uma nova forma de experiência, capaz de concentrar um mundo num instante. Não só a escrita proustiana em muitos momentos é fotográfica ao descrever personagens, cenas e episódios, como explora a recorrente metáfora entre fotografia e memória involuntária.
    Proust e Brassaï são dois dos mais finos observadores – na vida social e na paisagem urbana – da cidade que primeiro se entregou incondicionalmente à fotografia: Paris. O livro é a última obra de Brassaï, que morreu pouco tempo depois de concluir o manuscrito, e inclui 16 páginas com reproduções de suas fotografias.

  • “Sangue e champanhe – A vida de Robert Capa” – Vídeo-livro
    De Alex Kershaw Um livro para os amantes da fotografia. A biografia de Robert Capa narra o trabalho um fantástico fotógrafo de guerra. A maioria desses profissionais afirmam que, antes de tudo, são pessoas com gosto pelo desconhecido, curiosas e que não perdem por nada uma oportunidade de estar no coração.

  • A FOTOGRAFIA: ENTRE DOCUMENTO E ARTE CONTEMPORÂNEA (André Rouillé)
    A fotografia é o objeto do livro, seja em sua pluralidade, suas transformações – do documento à arte contemporânea – seja em sua historicidade, desde seu aparecimento, na metade do século 19, até a fusão arte-fotografia da atualidade.

  • 8X FOTOGRAFIA (Lorenzo Mammi, Lilia Moritz Schwarcz)
    Nos oito ensaios deste livro, professores, críticos e um fotógrafo profissional partem de uma fotografia escolhida livremente para refletir sobre imagens e fotógrafos, e também sobre outras formas de arte, sobre o tempo, a política e a memória.

  • Bryan Peterson’s Understanding Composition Field Guide: How to See and Photograph Images with Impact
    O que torna uma imagem surpreendente? Acredite ou não, não é o seu conteúdo. O que faz uma foto atraente é o arranjo desse conteúdo, ou seja, a sua composição. A composição dá impacto e emoção à sua fotografia. Neste prático guia, o renomado fotógrafo, instrutor e autor best-seller Bryan Peterson ajuda fotógrafos amadores a partir dos preconceitos do que é “belo” ou “feio” para que eles possam se concentrar em cores, linhas, luzes, e padrões.

  • ILUMINAÇÃO: DA LUZ NATURAL AO FLASH
    Está preparado para descobrir
    os segredos para fazer fotos incríveis?
    A reposta é simples: entenda a luz! A habilidade de ver, influenciar, modificar, controlar e criar a luz farão com que as suas imagens passem para um nível muito mais alto.
    Neste livro, o fotógrafo e autor best-seller, Syl Arena define a luz, descreve suas características (direção, intensidade, cor e contraste) e mostra como aplicar esses conhecimentos na prática. Totalmente ilustrado, o livro traz exemplos práticos de iluminação em ambientes internos e externos, com luz natural ou controlada. Você vai aprender a usar diversos recursos de iluminação para criar sua própria luz, como sombrinhas, strobes, flashes e vários outros acessórios que podem minimizar o trabalho de pós-produção. A linguagem descontraída e bem-humorada de Syl Arena transforma a leitura deste livro em uma gostosa aula de iluminação.

  • How to Photograph Absolutely Everything: Successful Pictures From Your Digital Camera
    Empregando uma fórmula de fácil utilização, esta obra mostra a melhor abordagem para cada objeto da fotografia, dá dicas de especialistas sobre como melhorar uma imagem, e diz-lhe como configurar sua câmera. Galerias de inspiração no final de cada seção descrevem técnicas alternativas para tentar compor suas fotografias. Há também dicas sobre pós-produção básica, mostrando como cortar, melhorar a cor e contraste, e remover elementos indesejados de uma imagem.

  • Improve Your Photography: How Budding Photographers Can Get Pro Results
    O livro aborda temas como dicas para tirar melhores retratos de pessoas, instruções sobre a escolha de lentes, dicas para fotografias de paisagens e fotografias do sol, e HDR. Diferentemente da maioria dos livros de fotografia que confundem iniciantes e fotógrafos intermediários com conceitos difíceis e demais dados técnicos, este livro é projetado especificamente para ensinar os fotógrafos que estão começando a aprender coisas como a velocidade do obturador, abertura e ISO trabalhando todos juntos.

  • The Photographer’s Eye: Composition and Design for Better Digital Photos
    O livro explora todas as abordagens tradicionais de composição e design, mas crucialmente, ele também aborda a nova técnica digital de fotografar no conhecimento de que uma imagem será posteriormente editada, manipulada, ou montagem para resultar em uma imagem final que pode ser muito diferente daquela vista no visor.
Top